Por que ler Harry Potter para crianças?

É verdade que muitos fãs de Harry Potter já não são mais tão pequenos assim. Muitos até mesmo já pensam em construir uma família e ter filhos... ou seja, crianças! E não foi para esse público que Rowling se lançou nas livrarias mundo afora? Que tal se convencer ainda mais que Harry Potter é muito importante para seus leitores mirins? Afinal, por que ler Harry Potter para as crianças?





1. Para mostrar a eles que nem todas as nossas relações sociais serão agradáveis.


No decorrer da história, Harry precisa conviver com pessoas que ele nem sempre nunca quer por perto. A começar pela família Dursley, até Draco Malfoy e o professor Snape, a história de Harry Potter é interessante para mostrar aos pequenos que nem no mundo mágico as pessoas escapam de relações desagradáveis e, juntos, podemos encontrar soluções para possíveis problemas. 

2. Para estimular a imaginação.


Imaginar é importante - e sair da nossa zona de conforto e estimular um auror, professor de poções e até mesmo um tratador de criaturas mágicas é melhor ainda. Deixar a imaginação fluir para longe dos problemas e da dolorida realidade do mundo comum é uma grande aliada do aprendizado. 


3. Para crescer junto. 


Uma das coisas mais interessantes de se acompanhar no decorrer da saga é o crescimento da complexidade dos livros e o amadurecimento dos personagens. O conhecimento de mundo de Harry, que antes de Hogwarts vivia trancado como uma aberração, muda de forma incrível aos olhos do leitor. Ler Harry Potter para crianças em fases de mudanças é uma ótima forma de trabalhar a empatia e ajudá-la a se encontrar.

4. Para enfrentar dificuldades.



É sempre bom que o bem vença o mal, mas a vida não tem graça sem alguns dragões. Na maioria das vezes, alcançar um objetivo não é fácil. Todos nós temos torneios tribruxos diários que precisamos enfrentar. Em qualquer idade, superar a si mesmo é uma grande vitória. Que tal ser o Cedrico Diggory da história e dar aquela ajudinha?

5. Para celebrar as diferenças. 

Que Hogwarts é um lugar incrível, não temos dúvidas. E lá dentro, como deveria ser em todos os lugares, tem gente de tudo o que é tipo, gosto e jeito. Desde a classificação de nascimento (nascido-trouxa, mestiço ou sangue puro) até a diversidade de etnias, classes sociais, entre outras. As crianças precisam saber que a diversidade faz parte da cidadania e nos torna mais tolerantes e humanos com o próximo. 


6. Para dizer que você não precisa ser bom em tudo.


Nos surpreendemos com Hermione Granger n'O Prisioneiro de Azkaban, por sua repulsa à aula de Adivinhação da professora Trelawney. Mas a nossa irritante sabe-tudo era boa em muitas coisas e amava estudar e defender atitudes justas de si mesma e dos colegas. Com esse fato, dá pra compartilhar com as crianças que não saber tudo não é um empecilho, mas sim uma alavanca para ir longe com nossas aptidões.
 
7. Para alertar que nem sempre o que está por fora é o que está por dentro.


Gilderoy Lockhart é um personagem que mostra que nem sempre as pessoas são quem realmente aparentam ser, e isso não fica na ficção. Crianças são curiosas e muitas coisas as atraem facilmente. O "professor" de Defesa Contra as Artes das Trevas é um bom exemplo simples e objetivo. 




8. Para mostrar que uma característica, nem sempre, é o que realmente importa.

Alvo Dumbledore é gay e essa notícia nos pegou de surpresa. O anúncio foi dado pela própria autora tempos depois do "fim" da saga e a informação, dentro da história, acabou sendo irrelevante. O QUE É INCRÍVEL. Foi reforçada a ideia de que somos diferentes uns dos outros e que isso não é problema nenhum. Ser diferente é até mais interessante.


9. Para não ter medo de abrir mão pelo que vale a pena.

No quinto livro, Harry se pergunta por que Dumbledore o evita tanto. Mal sabe ele que tal atitude é tomada para protegê-lo. Dumbledore abre mão até da própria vida por aquilo que acredita. É importante não deixar que as crianças pensem que abrir mão é a mesma coisa que desistir. É só conversar e deixar o diretor como exemplo.

10. Para instruir sobre limites.


Não vale a pena viver sonhando e se esquecer de viver” é uma das frases mais marcantes de Dumbledore, com a qual podemos instruir as crianças sobre responsabilidades, perigos e regras, afinal, nem tudo é brincadeira. Mas é claro que isso tudo pode ser ensinado da melhor forma possível.


Harry Potter com certeza é uma história que vai muito além das páginas escritas nos livros. J.K. Rowling aprofundou um mundo de ensinamentos que são valiosíssimos se bem compreendidos. Sempre vamos ter muito a aprender com essa mulher maravilhosa e sua mente cheia de ideias! Leia Harry Potter para uma criança!
 

0 Responses