Emma entrevista Tom Hanks para falar sobre filmes e feminismo

A atriz e embaixadora da ONU Mulher, Emma Watson (25) entrevistou Tom Hanks (59) para a revista Esquire (edição de abril de 2016), eles estrelam junto o longa "The Circle" - ainda sem título em português. Na entrevista, eles falaram sobre filmes e feminismo.

Emma perguntou a Tom se ele é feminista e o ator respondeu: "Sim, eu sou. Estamos no terceiro milênio, há milhares de anos de história da humanidade sob nós, se não estivermos caminhando para a igualdade de direitos, de oportunidades e liberdades, igualdade para cada raça humana, então estaremos desperdiçando tudo que aprendemos", completou dizendo que tem apoiado as mulheres de sua família em todas as suas decisões e que faz o mesmo com seus filhos.

No assunto cinema, Watson lembra que o ator já foi dirigido por mulheres mais de uma vez e que ele sempre esteve ligado a mulheres engajadas nas campanhas de igualdade de gênero no cinema. "Mas Hollywood está longe de ser igual, nas telas ou fora delas (...) as mulheres representam apenas 30% de todos os grandes personagens e boa parte dessas personagens são retratadas em trajes sexys" explica.

Sobre toda a pressão que vem enfrentando, Emma desabafou: "Nós não devemos falar sobre dinheiro porque as pessoas vão achar que somos 'difíceis', ou 'divas'. Mas há uma vontade agora de ter uma postura como 'ok, me chame de diva, de difícil, de feminazi, de a primeira feminista do mundo, do que você quiser, isso não vai me fazer parar de tentar fazer as coisas certas e garantir que elas aconteçam".

Questionado do porque aceitou falar sobre a HeForShe para a Esquire - além de ser capa da revista - Hanks respondeu sorrindo: "Emma Watson é tao fascinante e decidida. Tempo gasto com alguém tão dedicado e inteligente é um tempo bem gasto". 

Você pode ler a entrevista completa clicando aqui.
0 Responses