Matthew Lewis conta sobre trabalhar com Emilia Clarke, de Game of Thrones


Matthew Lewis, nosso eterno Neville Longbottom, atualmente, pode ser visto nos cinemas junto com a estrela de Game of Thrones, Emilia Clarke em um novo ramance, Como Eu Era Antes de Você (Me Before You, título original).

Embora ele já tenha trabalhado com grandes atores como Allan Rickman, Maggie Smith e Emma Thompson em Harry Potter, ele contou para Bustle acomo achou estressante trabalhar com Emilia Clarke por causa da sua presença tanto nas frente das câmeras quanto no set:
“Eu lembro quando fui pela primeira vez aos ensaios, eu estava muito nervoso, de verdade, porque eu não tinha visto a série, mas eu li todos os livros, e sabia quanto seu personagem era importante em Game of Thrones. Eu estava tipo ‘Ai meu Deus, espero trazer algo pra mesa, espero tentar me igualar a ela’”. 

Depois Matthew percebeu que não tinha muito o que temer, ele contou que quando chegou na sala ela era adorável, acessível e muito fácil de conversar. Definindo o ambiente do set como um lugar agradável, onde se divertiam, brincavam e experimentavam várias coisas.
“Eu estava chorando lendo o livro, tentado, pateticamente, parecer macho”, Lewis disse rindo. “E toda vez que eu tentava, mais escorria lágrimas. E eu vi o filme meses atrás...Será um daqueles filmes que provoca uma reposta emocional, o que é brilhante”. 

No filme Como Eu Era Antes de Você, Matt interpreta Patrick – o ‘bem-intencionado, mas alheio’ namorado de personagem de Emilia Clarke, Louisa. Sobre seu personagem, Matthew conta:
“Eu nunca vou interpretá-lo como sendo um idiota, porque da minha perspectiva, Patrick não acha que ele é um idiota. Ele não sabe que ele está sendo um babaca e ele está sendo horrível para Lou – ele acha que tudo que ele faz está bem e normal”.
Matthew também falou para Lorraine de ITV sobre reassistir a série Harry Potter, embora ele não seja um grande fã de se assistir como Neville Longbottom, mas ainda diz que foi uma ótima experiência e que tem sorte em ter feito parte disso:
“Eu acho que cheguei na metade do primeiro e foi o suficiente pra mim. Eu não quis ver mais... É como ver vídeos caseiros de você criança, é difícil as vezes”.

0 Responses