7 coisas que dão brilho aos olhos de Dumbledore


Não deixem essa longa barba branca te enganar! O diretor de Hogwarts sempre teve um coração jovem

No cartão do professor Dumbledore nos Sapos de Chocolate, nos diz que ele gostava de "música de câmara (um tipo de música clássica) e boliche". Sim, Dumbledore não era exatamente um bruxo de gostos tradicionais.

Alvo Percival Wulfrico Brian Dumbledore era sábio, refinado e muito respeitado - e ainda assim era equilibrado com um comportamento infantil e uma capacidade de encontrar alegria nos prazeres simples da vida. Enfim, aqui estão algumas coisas que colocam brilho por trás daquele singelo óculos em formato de meia-lua ...

Sorvetes de limão (doces em geral)

— Aceita um sorvete de limão?— Um o quê?— Um sorvete de limão. É uma espécie de doce dos trouxas de que sempre gostei muito.— Não, obrigada — disse a Professora Minerva com frieza... 
Harry Potter e a Pedra Filosofal

Como diz o velho ditado, ''um pouco do que você gosta o faz bem''. Dumbledore definitivamente teve uma paixão por doces e ele sempre era apto em ceder parte de seus docinhos açucarados favoritos. Muitos de nós podemos absolutamente se relacionar com esse sentimento.
A ''Gota de limão'' e as ''Acidinhas'' são usadas como senhas para o escritório de Dumbledore, e seu sabor favorito pode ser usado como uma pergunta para verificar a sua identidade (é framboesa caso queira muito saber). Infelizmente, ele tinha uma diversão um pouco ''azarada'' quando se tratava dos Feijões de Todos os Sabores (se caramelo e cera de ouvido não tivessem cores tão parecidas...).

— Mas acho que não corro perigo com um gostoso caramelo, não acha? — E sorrindo jogou um feijãozinho caramelo escuro na boca. Então se engasgou e disse: — Que pena! Cera de ouvido! 
 Harry Potter e a Pedra Filosofal

Cantar

— Ah, a música — disse secando os olhos. — Uma mágica que transcende todas que trazemos aqui! E agora hora de dormir. 
Harry Potter e a Pedra Filosofal

A canção da escola de Hogwarts é simplesmente referência a um caos inimaginável - todo mundo escolhe sua própria melodia e joga para fora de seus pulmões. Ninguém gostava de uma rodada de "Hoggy Warty Hogwarts" tanto quanto o Diretor (bem, exceto por talvez Fred e George), mas o resto da equipe nunca parecia muito interessada nesse caos, como é indicado pelos seus sorrisos fixos. Azar deles, nós dizemos. Dumbledore mostrou que apenas porque você envelhece, não significa que você tem que crescer.
Todos terminaram a música em tempos diferentes. E por fim só restaram os gêmeos Weasley cantando sozinhos, ao som de uma lenta marcha fúnebre. Dumbledore regeu os últimos versos com sua varinha e, quando eles terminaram, foi um dos que aplaudiram mais alto. 
Harry Potter e a Pedra Filosofal

Fawkes


— É uma pena que você a tenha visto no dia em que queimou — disse Dumbledore, sentando-se na escrivaninha. — Na realidade ela é muito bonita quase o tempo todo, tem uma plumagem vermelha e dourada. Criaturas fascinantes, as fênix. 
Harry Potter e a Câmara Secreta

Só deus sabe quanto tempo a Fawkes fora leal companheira de Dumbledore. Embora seu dono devesse ter visto ela através de inúmeras regenerações, Fawkes nunca deixou de surpreendê-lo. A fênix tem muitas propriedades práticas, as quais foram incrivelmente acessíveis ao longo das histórias), mas a relação entre Fawkes e Dumbledore foi antes de tudo, um vínculo de amizade e, o lamento de Fawkes sobre a morte de seu mestre, nos diz quão forte esse vínculo era.


Meias grossas de lã


— O que é que o senhor vê quando se olha no espelho?  — Eu? Eu me vejo segurando um par de grossas meias de lã. Harry arregalou os olhos. — As meias nunca são suficientes. Mais um Natal chegou e passou e não ganhei nem um par. As pessoas insistem em me dar livros. 
Harry Potter e a Pedra Filosofal

Quando Dumbledore olha para o Espelho de Ojesed, ele afirma se ver segurando um par de belas meias de lã. Ele pode não estar sendo completamente honesto, mas ele tem um ponto de vista.
Como crianças, podemos reclamar quando recebemos meias como presentes, mas um bom par de meias nunca deve ser desvalorizado - na verdade, nós as apreciamos profundamente quando crescemos e temos que comprar o nosso próprio par. E, se você ainda não está convencido, apenas pergunte ao entusiasta Dobby como ele se sente sobre isso. Meias não devem ser menosprezadas, especialmente se elas foram úteis em algum momento.

Palavras bobas


— Sejam bem-vindos! — disse. — Sejam bem-vindos para um novo ano em Hogwarts! Antes de começarmos nosso banquete, eu gostaria de dizer umas palavrinhas: Pateta! Chorão! Desbocado! Beliscão! Obrigado. E sentou-se. Todos bateram palmas e deram vivas. Harry não sabia se ria ou não. — Ele é... Um pouquinho maluco? — perguntou incerto, a Percy. — Maluco? — disse Percy despreocupado. — ele é um gênio! O melhor bruxo do mundo! Mas é um pouquinho maluco, sim. 
Harry Potter e a Pedra Filosofal

Para aqueles que o conhecem um pouco melhor, o humor lúdico de Dumbledore e o senso de humor surreal eram o que realmente o tornava especial. Em um mundo onde as palavras literalmente têm o poder de curar, prejudicar e até mesmo matar, é muito bom ouvi-las usadas apenas para fazer as pessoas sorrirem.
Roald Dahl (escritor inglês) certa vez escreveu: "Um pouco de bobagem de vez enquando é apreciado pelos homens mais sábios", e há poucos homens mais sábios do que Dumbledore.

A capa da invisibilidade


— Ah, por acaso seu pai deixou-a comigo e eu achei que você talvez gostasse. — Os olhos de Dumbledore brilharam. 
Harry Potter e a Pedra Filosofal

A Capa de Invisibilidade manteve  significados diferentes ao longo da vida de Dumbledore. Como descobrimos, as Relíquias da Morte eram apenas uma obsessão juvenil dele, mesmo que ele só desejou a capa completar elas de uma vez.
Depois de muitos anos no entanto, Dumbledore aprendeu o valor real dessa relíquia -  para proteger seus entes queridos contra o perigo. Na capa da invisibilidade e no próprio Harry, ele viu o poder duradouro e uma sabedoria escondida. Levou uma vida inteira para apreciar completamente e deu esperança a Dumbledore para o futuro das gerações futuras.

Amostras de tricô


 Oh, aí está você, Alvo, ele disse. Você demorou muito. Dor de estômago? 
 Não, eu estava só lendo algumas revistas de Trouxas, disse Dumbledore. Eu adoro amostras de tricô.
Harry Potter e o Enigma do Príncipe


Por que não?


Matéria original em inglês disponível no Pottermore.


Depois de tudo isso, me diz quem não está ansioso para ver nosso velinho de novo em Animais Fantásticos?


0 Responses