Katherine Waterston fala sobre química entre Newt Scamander e Tina Goldstein


Texto originalmente publicado em Pottermore

Newt Scamander e Tina Goldstein se conheceram em Nova Iorque, no ano de 1926. Ele era um magizoologista britânico e ela uma Auror americana. Os eventos que os uniram, assim como a irmã de Tina, Queenie  e o não-mágico Jacob Kowalski tiveram consequências gigantescas pra todo mundo bruxo.

São tempo difíceis, para dizer o mínimo, e os pares formam um forte vínculo em meio a este turbilhão de eventos. Por isso, a atriz Katherine Waterston acreditta que haja uma química especial entre os personagens de Newt e Tina. Ela também afirmou que co-estrelar com Eddie Redmayne exigiu um trabalho duro durante toda a filmagem.


O filme 'Animais Fantásticos e Onde Habitam' necessitou de um tempo muito grande produção até ser finalizado, mesmo que a trama se desenrole em apenas alguns dias. Os atores tinham isso em mente cada vez que se punham na frente de uma câmera.

Um dos maiores desafios de gravar em seis meses cenas que devem se passar apenas em alguns dias é manter a eletricidade entre os personagens, agir como se eles tivessem acabado de se conhecer. Você precisa encontrar um equilíbrio entre os momentos de conexão e de suspeita.Eu não acho tão teatral a maneira como Newt e Tina se conectam tão rapidamente, porque muita coisa acontece. Quando te colocam junto com alguém em um ambiente catastrófico, você tende a se sentir mais próxima dessa pessoa, mesmo depois de pouco tempo. 


Depois de dizer isso, Katherine fica em silêncio por alguns momentos. Isso quer dizer que existe algo além de amizade entre Tina e Newt?

Às vezes, você conhece alguém e em três dias começa a pensar 'Ei, eu realmente conheço você', ela ergue um dedo no ar  brinca, 'Não, senhoras, vocês não o conhecem ainda, apenas sente como se conhecesse.
Manter a química do 'acabamos de nos conhecer' é especialmente desafiador quando você pensa sobre quanto é contender em um filme como este. Mas parece que ter o parceiro de cena certo pode fazer toda a diferença.

É preciso fazer muitos malabarismos nesses filmes. Existem telas verdes e marionetes segurando paus com 'X's neles, que são supostamente para ser um rosto de um grande monstro. Depois, há o material de pré-visualização onde eles nos mostram como tudo vai acontecer e nós temos que nos encaixar naquele ambiente. É um grande luxo ter um parceiro como Eddie, que é consistentemente focado e não consegue mentir.


 Eddie é um artista muito honesto. Eu acho que ele é um ator muito responsável. Sua abordagem é dar à cena exatamente o que ela precisa e o que ela está pedindo, ao invés de fazer algo um pouco mais egoísta. Todo o seu trabalho é sobre fazer uma cena completa, fazendo tudo aquilo que ela pode ser. Ele é quase como um diretor, de certa forma. É sempre uma alegria trabalhar com pessoas assim, porque vocês gastam muito tempo juntos. Ele faz tudo ser divertido, ele facilita.

Katherine sorri novamente. É claro que, por enquanto, ela não vai revelar nada mais sobre o relacionamento de Tina com o Newt.
0 Responses