Tudo o que você precisa saber sobre a Sala Precisa


Apresentando o melhor lugar para atividades secretas em toda Hogwarts


De acordo com Dobby, algumas pessoas a conheciam como  "Sala Vai e Vem", ou o "lugar onde tudo está escondido".

Não demorou muito para que chegássemos a conhecer o lugar mais misterioso de Hogwarts como a Sala Precisa: um espaço, um tanto quanto muito útil. Aqui está tudo o que aprendemos sobre essa  outra câmara secreta de Hogwarts.

Temos certeza de que Alvo Dumbledore já ''tropeçou'' por ali

Durante o Torneio Tribruxo, Dumbledore menciona uma ocasião em que se deparou com um enorme toilette cheio de todos os tamanhos e formas imagináveis de vasos quando precisava do banheiro nas primeiras horas da manhã. Em Ordem da Fênix, é esta observação que Harry se lembra quando Dobby está explicando a respeito da  Sala Precisa para ele pela primeira vez.

Será que Dumbledore acidentalmente tropeçou em uma das partes mais emocionantes do castelo de Hogwarts?

Afinal, a sala só aparece quando uma pessoa tem necessidade real dela, sendo que ela sempre vem equipada para o propósito do buscador. Qualquer propósito...

Dobby foi o primeiro a nos introduzir a sala

Harry soube pela primeira vez da "sala mais incrível de todas" por Dobby, que a usara sozinha quando seu amigo Winky estava muito bêbado e precisava de um lugar para se recuperar (o quarto forneceu antídotos para Cerveja Amanteigada e uma cama de ''tamanho elfo'') e esse conhecimento prova inestimavelmente para nosso herói quando ele a usa para a Armada de Dumbledore sob nariz suspeito da Professora Umbridge.

Harry teve seu primeiro beijo lá


Sim, quem poderia esquecer quando Harry desfrutou de um beijo bem manchado de lágrimas de Cho Chang após o encontro da Armada de Dumbledore na Sala Precisa. Bem, se houver algo que um rapaz adolescente precise, é um pouco de afeição por uma paixão.

A sala tem regras

A beleza da Sala Precisa é que se ajusta ao diversos requerimentos. Nem mesmo o Mapa do Maroto poderia dizer quem estava dentro dela. Mas o quarto é bastante específico em o que se se diz a respeito de ser ''Precisa'',ou seja, aqueles que usá-la devem conter todas as brechas, por exemplo.

Você pode entrar na ''versão'' de outras pessoas da sala

A Sala Precisa pode se transformar em praticamente qualquer coisa, pode-se supor que a sala é sempre diferente para cada usuário. Claro, às vezes as pessoas precisam da mesma coisa.
Por exemplo, Harry, Draco e até mesmo Lord Voldemort usaram uma vez a sala para esconder alguma coisa; Foi mais tarde apelidado de lugar "onde tudo está escondido". Além disso, surpreendentemente, Harry escondeu uma vez algo muito parecido com o que Voldemort uma vez fez, o que nos traz perfeitamente para o nosso próximo tópico...

Harry encontrou uma Horcrux lá sem perceber

Tom Riddle acreditou arrogantemente que era a única pessoa a ter trabalhado dentro da sala, e decidiu sobre ela como um excelente lugar para guardar sua Horcrux, o Diadema Perdido de Rowena Ravenclaw. Por estranho que pareça, Harry encontrou este diadema um ano antes de saber que era um Horcrux, enquanto escondia sua cópia de Estudos Avançados no Preparo de Poções, de Snape em O Enigma do Príncipe, incrivelmente perto. Entretanto, só durante a Batalha de Hogwarts que Harry percebe isso. Ele provavelmente se daria um soco se não estivesse um pouco ocupado.
''Sua respiração soava alta aos seus ouvidos e, então, a sua própria alma pareceu se arrepiar: ali estava, bem à frente, o velho armário com a superfície coberta de bolhas no qual escondera o velho livro de Poções, e em cima, o bruxo de pedra bexiguenta usando uma velha peruca empoeirada e algo parecido com uma antiga tiara descolorida.'' Harry Potter e as Relíquias da Morte 

A sala desempenhou um papel vital na tarefa de Draco para Voldemort

Draco passou a maior parte de seu sexto ano na sala como parte de um plano inventado pelas ordens de Voldemort de assassinar Dumbledore, como todos sabemos, tragicamente.
Usando o Armário Sumidouro, que permaneceu lá por alguns anos antes de Malfoy descobri-lo, ele criou um caminho entre o armário e outro armário-gêmeo que ficava na Borgin e Burkes para dar aos Comensais da Morte livre acesso a Hogwarts.
A descoberta de Draco da sala começou um efeito dominó que eventualmente levaria os Comensais da Morte a invadir o castelo.

Mas também contribuiu para vencer Voldemort


Não contribuiu até que Neville Longbottom precisá-se realmente da  Sala Precisa. Com Hogwarts sob controle dos Comensais da Morte e Neville levando os estudantes em revolta contra os Carrow, a sala tornou-se um lugar seguro para a resistência, proporcionando lugares para dormir e acesso a um túnel de Hogwarts que poderia ser usado para adquirir comida (se você souber as cinco Principais Exceções da Lei de Gamp, você vai se lembrar que a sala em si não pode produzir comida) e finalmente permitiu que Harry,  a Armada de Dumbledore e Ordem dos membros da Fênix na escola pudessem lutar contra Voldemort.

A sala pode não existir mais

Uma vez que Harry tenha recuperado o diadema, o quarto é tomado por Fiendfyre (Fogo Maldito) invocado pelo amigo de Malfoy, Crabbe. As chamas mataram o tolo Crabbe, mas Rony suspeita que o Fiendfyre era tão poderoso, que poderia ter danificado para sempre o lugar onde tudo está escondido.

''– Onde está a Gina? – perguntou, bruscamente. – Ela estava aqui. Devia ter voltado para a Sala Precisa. – Caramba, você acha que ela ainda funcionará depois desse incêndio? – indagou Rony.'' Harry Potter e as Relíquias da Morte 
Matéria original em inglês disponível no Pottermore 
0 Responses